Dicas de como identificar se seu prédio precisa de um Projeto de Prevenção e Combate a Incêndio

Todos concordam que é importante prevenir os ambientes contra o risco de um possível incêndio. Em caso de emergência, é essencial que todos os itens estejam presentes para que todos os moradores consigam evacuar do condomínio com segurança.

Combate a incêndio.

Mas você já se perguntou o que é necessário em um Projeto de Prevenção e Combate a Incêndio? Muitas vezes olhamos apenas para o extintor e a mangueira que existem no nosso condomínio e acreditamos que está tudo bem, quando na verdade existem vários outros itens que precisamos nos atentar.

 

Veja abaixo 5 dicas de como identificar se seu condomínio precisa de um Projeto de Prevenção e Combate a Incêndio:

 

1. Gás dentro do apartamento

Em alguns condomínios, principalmente nos mais antigos, o botijão de gás é armazenado na própria cozinha. Além de estar fora da Norma, tal fato aumenta o risco contra a vida das pessoas em caso de algum tipo de vazamento. A central de gás deve estar localizada em um local ventilado, longe de lixo e de materiais inflamáveis.

 

2. Atenção na escada

Em caso de incêndio, um dos problemas que podem ocorrer é algum tipo de pane elétrica que danifique o funcionamento dos elevadores. Por isso, é importante que a escada possua condições de segurança para evacuar os moradores do condomínio. Os principais itens a se observar são: existência de corrimão contínuo ao longo da escada, existência de iluminação de emergência, existência de portas corta-fogo e sinalização.

 

3. Sinalização

A sinalização é essencial para orientar os moradores em um momento de pânico por incêndio. Foi citado anteriormente sua importância na escada, mas ela também deve estar presente em todos os pavimentos: térreo, hall dos apartamentos, garagem, subsolo... As placas de sinalização servem para orientar, indicar, alertar e proibir.

 

 

4. Idade e altura do prédio

Se o seu prédio tiver sido construído em uma data anterior a outubro de 1984, ele não precisará do projeto de Alarme de Incêndio, podendo ser substituído por interfones. E se o seu prédio tiver mais de 30 metros de altura (algo em torno de dez ou onze andares), ele necessitará também do projeto de chuveiros automáticos: os sprinklers.

 

5. Extintores

Aqui você deve se atentar há dois fatos. Primeiramente, a Norma diz que cada pavimento deve possuir no mínimo dois extintores. Além disso, esses extintores devem englobar as três classes de proteção: tipo A (resíduos como papel e madeira), tipo B (graxas e outros matérias combustíveis) e tipo C (para equipamentos elétricos).

 

Samuel Andrade, graduando em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará.